Etiquetas

, , , , , , , ,

A Vivo lançou ontem um novo serviço, o Vivo On , onde foco é o acesso ilimitado as redes sociais,  pra entender melhor da uma olhada no vídeo da campanha realizada pela Young & Rubicam

Apesar do portal bem desenhado as informações mais bacanas ficaram por conta do Blog , plataforma mais interativa e próxima aos usuários que funcionou até para a divulgação da festa de lançamento, e por sinal. Que festa!

O objetivo da comemoração era a mobilidade, por isso três espaços foram escolhidos para sediar simultaneamente a festa. Tudo muito perto: Começando pelo mega hype Sonique onde os convidados retiravam suas pulseiras que dava acesso as outras duas casas, o charmoso e já clássico Exquisito e o alternativo  Kabul.

Todas os espaços ganharam paineis de leds, tanto na fachada quanto nas cabines dos DJs, particularmente acho o painel interessante e quando bem usados fazem toda a diferença, assim como os canhões de luz que indicavam a localização.

Ponto positivo foram os bares e comidinhas, apesar de cheios serviram bebidas de qualidade: Drinks de Orloff e Heineken no Sonique eram acompanhados por : Bruschetta de tomate com manjericão, Bolinho de arroz com funghi, Wraps de shimeji com tomate ou legumes com cream cheese e hamburguinho. Já o Kabul  optou pela Absolut e Original de garrafa e petiscos mais simples com Bruschettas e croquetinhos!

A lista de convidados foi extremamente ecletica, fora as pseudo celebridades (leia-se ex bbb, marcos mion e algum cqc) que eu e acho que ninguem se importa, a maioria era amigo, gente da web, da noite, do mercado digital! Um publico jovem e diversificado que iam de gays (sempre bons lançadores de tendência) a mauricinhos e patricinhas, consumidores em potencial!

Infelizmente temos o lado negativo: a fila em certa hora ficou maior que o evento, uma falha comum das agências que acreditam que fila e lotação significa sucesso e que deu quórum. A cenografia tambem foi falha: O tablado branco e estruturas metalicas padrão casaram bem com o Sonique mas não com o Kabul e o Exquisito. No final da festa lá pelas 3 os seguranças não souberam se portar, os que saiam para fumar não eram avisados que não poderiam retornar, ou seja, muitas pessoas ficaram presas fora enquanto os pertences estavam do lado de dentro e tiveram que esperar a saida dos amigos ( o que só deus sabe que hora seria).  Ah e acompanhar pelos televisores as outras casas era impossivel pois não funcionavam.

Update Fotos do evento no Flickr do Aleo

Anúncios