Amizades são complicadas, mais complicadas que relacionamentos amorosos, por um simples motivo: Amizades tem por base uma unica regra – Esteja presente nos momentos necessários, e se isso não acontece, não é amizade.

Relacionamentos amorosos seguem uma série de regras: comprometimento, satisfação, monogamia (na maioria dos casos), necessidade de se construir perspectivas a dois e assim por diante. No caso de uma amizade tudo isso cai e o necessário é apenas que a pessoa esteja com você nos momentos necessários, afinal para baladas, conversas e bebedeiras temos colegas, não amigos.

Desconfio de quem tem milhões de amigos. por isso conto os meus nos dedos, mas isso não impede de cometer meus deslizes.

Terminei cinco amizades no último mês, e quando digo terminei é porque terminei mesmo, com direito a “não quero mais te ver ou falar com você por isso, isso e aquilo”. Oras, afinal se em um relacionamento amoroso dou satisfação, porque para aquela pessoa que passou meses ou anos ao seu lado como amigo não merece o mesmo respeito?

Talvez o problema tenha sido eu, mas convenhamos ha momentos na vida em que precisamos nos posicionar. Não cobro muito, nem dos meus namorados, muito menos dos meus amigos, por isso faço questão de que o mínimo que eu peça seja atendido.

Esses amigos provavelmente não voltarão, são pessoas fracas ou egoístas de mais para saber o que é amizade, um relacionamento ou simplesmente não estão preparadas para conviver com o meu gênio excessivamente forte.

E é assim que começa 2011, com uma limpa no já escasso número de amigos, agora doi um pouquinho mas daqui a semanas não vai doer nada. Por que a vida é assim: pessoas vão e vem e a batalha é para que não doa tanto.

Por isso desejo um bom 2011 para todos, cheio de amigos que realmente valham a pena🙂