Amo intensamente. Me envolvo intensamente. Por isso brigo intensamente.

Nunca fui fácil de lidar, mas essa é minha forma de amar.

Quando você perceber isso talvez perceba que não é tudo tão preto no branco.

Não é que eu te odeie. Eu  só te amo. Eu odeio o fato de você não me amar.

É cafona falar de amor. É triste escrever sobre o amor. Mas o amor precisa ver a luz de alguma forma, mesmo que seja através de frases clichês em blogs estúpidos.

Meu amor esta virando, junto a magoa, uma melancolia profunda. Mas não se assuste, minha melancolia é agradável, é poética, me deixa sensível, é sinal que esta melhorando.

O amor em imagem por Thabata Guerra

E que fique claro: este post não é dedicado a ninguém em especial. Ou melhor, é sim. Dedicado a mim!