Etiquetas

, , , , , , , , ,

Uma ou duas vezes por ano meu pai viaja a trabalho, desde sempre isso.

E desde sempre minha mãe adoece quando isso acontece.

Acho que ela nunca se deu conta, mas eu sim.

Não se engane, meus pais estão longe de ser um casal fofo de relacionamento fácil, mas se amam.

Acho que isso foi o que meus pais me ensinaram: o que é o amor.

Em 22 anos não vi sequer nenhum resquicio de ciumes, de desalento ou desamor.

Daqui poucos anos completam 30 anos juntos, e não os vejo separados, nem na morte.

Tenho claro que quando perder um, perco o outro, isso me assombrou por muito tempo, mas hoje não sei se saberia lidar com o fato de te-los separados.

Nunca tive um amor como o dos meus pais, talvez nunca tenha, amor assim é coisa rara, mas me contento em ter sido criado por quem ama tanto.

Pode ser apenas um romantismo barato, mas prefiro acreditar quem em meio a tantos percalços eles tiveram algo tão precioso quanto um ao outro.