Etiquetas

, , , ,

Foi aprovado na terça-feira em São Paulo  o Dia do Orgulho heterossexual, a ser comemorado pelas bandas do Natal.

A principio pensei: que ideia babaca, milhares de comentários e mensagens raivosas pipocaram no meu twitter e gente grande como o Vitor Angelo   no seu Blogay e o André Fischer se posicionaram elegantemente sobre a patética situação.

Passado o choque me dei conta: Deixem os héteros com o seu dia, se isso vai torna-los mais confortáveis e me deixar amar quem eu quiser tudo bem.

Acho que dar voz a Bolsanaros, Rica Perrones, Carlos Apolinarios e Dulorens é dar visibilidade a escrotices tão sem sentidos que não vale a pena.

O mundo está errado, as pessoas sentem prazer em odiar. Então antes de xingar muito no twitter, pare, pense, e veja que você está fazendo o mesmo que todos esses que citei acima, o problema é que eles possuem mais dinheiro e manejam a opinião pública, polvorosa por fofocas e saia justas com mais sucesso.

Experimente lidar com situações corriqueiras: conversar com naturalidade sobre homossexualidade com parentes e amigos, defender pessoas que tenham a mesma orientação sexual que você em momentos que sofre preconceito e porque não, Bullying, ou até mesmo, se engaje politicamente e ponha a mão na massa.

Pra mim o que ficou é que não voto mais no PSDB , partido pelo qual eu tinha grande apreço, uma pena, pois não sou muito a favor das politicas do PT. Então vou ter que avaliar com mais cuidado ainda nas próximas eleições.

Aos héteros, parabéns pelo seu dia, só peço que o trabalho seja bem feito, e o dia não seja apenas um dia e sim um feriado, de preferencia  nacional. Aos gays, vamos refletir e ser melhor que isso. Ao Vitor Angelo e Andre Fischer um pedido: vamos pensar em trabalhar na politica, te garanto que o meu e muitos outros votos já são de vocês🙂