Etiquetas

, , , ,

Se você é usuário de transporte público provavelmente já se deparou com essa situação:  casais aproveitando o tempo de espera nas estações de trem e metrô para matar a saudade.

Fui educado na colocação acima, em grande parte das vezes é o agarra – agarra mesmo, e sempre me incomodei muito com a conduta “dos jovens de hoje em dia”, até que hoje parei pra pensar: porque eu me incomodo mesmo?

Pra começar se estão ali, em uma estação de metrô se atracando desconfortavelmente é porque não tem mais para onde ir certo? Acredito que seja pequena a parcela que curte uma vibe voyeur e tá ali porque tem tesão.

Tudo bem, é um espaço público, passam crianças, idosos, e bla bla bla, mas vamos combinar que cada um se incomoda com o que quer, ou está habituado. Problema seria se o casal estivesse te assaltando não é mesmo?

Passamos muito tempo nos incomodando com o outro. Falei ontem que o mundo gosta de sentir ódio, que vive de incomodar o outro, e acho que são nessas pequenas coisas que nascem os preconceitos e precisamos começar a rever o que realmente nos desagrada.

Deixemos os casais se amarem livremente, sorte deles que encontraram alguém para amar, mesmo que brevemente, nas plataformas de transporte público.