– Porque você é tão triste?

– Porque você é to feliz?

– Não tenho motivos.

– Não tenho motivos.

– Não cansa de ser tão pedante?

– Não cansa de ser tão bagaceira?

– Não sei não ser pedante.

– Não sei não ser bagaceira.

– Como é tão inseguro?

– Como é tão confiante?

– Não sei, não gosto mas sou.

– Não sei, mas gosto que sou.

– E o cansaço?

– E o super animo?

– É excesso de vida.

– É excesso da vida.

– Te falta equilíbrio.

– Te falta equilíbrio.

– Me falta equilíbrio…

– Me falta equilíbrio…